All posts filed under: Saúde

Descartei a minha nutricionista

Tenho imenso respeito por profissionais de nutrição, até porque não deve ser fácil, vivemos num portugalzinho onde todo o tuga acha que sabe comer mas tem uma barriga daqui á lua e no mínimo colesterol, hipertensão e flacidez aqui e acolá, mas está tudo certo, o tuga acha que tudo isso é normal e que são coisas da idade. São sempre coisas da idade dizem eles, tenhas 20, 30, 40 ou 50 anos, é sempre a idade a avançar e a servir como desculpa, o que não se deixa de fazer é a comer a carne quase que compulsivamente, a gastronomia é uma arte sim, para quem sabe comer, não para quem o faz compulsivamente, era a mesma coisa que o picasso despejar as tintas todas numa tela e chamá-lo de arte, gastronomia não é quantidade, é qualidade, e é disso que a tugalândia se esquece, comer bem não é enfardar tudo o que lhes aparece á frente e que é perigosamente saboroso, o que não é nada prazeroso é o resultado na balança e …

Aqui estou eu “covidada”. Para os implicantes de plantão, o texto não está corrigido, ide passear, são 2h da manhã

Foda-se, desculpem-me a linguagem, perdi dois dias de trabalho e esta merda nem foram férias, penso. Sim, foi isso mesmo que ouviram, estou covidada, e tem sido uma comédia de todo o tamanho. Primeiro aprendam comigo, se vivem com alguém que tem covid mais vale darem-se logo como positivas no primeiro dia de isolamento do vosso marido caso contrário pode ocorrer o infortúnio dos médicos depreenderem que só vos põe de baixa a meio do confinamento, conclusão? Andou por aqui a tótó a cumprir isolamento 4 dias para o teto, podia ter andado a espalhar covid já que o sns disse-me para ficar em isolamento mas a médica do público não soube fazer contas. Foda-se tenho a baixa nem me chateio mais, penso. Só para conseguir a baixa tive que ameaçar apresentar queixa contra o centro de saúde da minha zona, foi isso mesmo que ouviram, tive que recorrer á entidade reguladora de saúde para conseguir aceder a um médico, acho que a médica devia estar á espera que eu contasse para as estatísticas dos …

Almoço de Domingo

À duas semanas que consulto uma nutricionista e não percebo porque não o fiz antes, sentir-me bem é pouco para as mudanças que se instalaram em tão pouco tempo, mais leve, mais calma, mais consciente, mais saudável fundamentalmente. Não me custou nem um pouco começar a pesar os alimentos e ter uma lista de compras não feita por mim pela primeira vez, pelo contrário, essa responsabilidade agora é da minha nutricionista que faz com que cá em casa não hajam desperdícios, tudo o que compro nasce da terra e traz-me benefícios incríveis, para além de que nada se estraga e tudo se aproveita. Poupo dinheiro e tempo a fazer listas, demoro meia hora a fazer as compras e 5 minutos a preparar as minhas refeições, é tempo que se economizou e até agora uns quilos perdidos. Um dia destes tem que se destruir aquele mito de que “ah uma nutricionista é uma perda de tempo e não precisamos de saber o que comer”, leio artigos de nutrição há anos e eu própria falhava em algumas coisas, …

Pesar os alimentos

Não me armando em nutricionista mas sim contente pelo que vou aprendendo sobre o meu corpo, o último aprendizado foi da importância que tem pesar os alimentos antes de comer e a proporcionalidade entre a quantidade de proteína, de hidratos e hortícolas no meu prato. Em uma semana consegui resultados que não consegui em um mês a ir ao ginásio umas 5 vezes por semana, incrível quando dizem que os nossos resultados dependem 20% do nosso treino e 80% da nossa alimentação!Incrível porque quando digo que consulto uma nutricionista a maioria das pessoas diz que é um desperdício de dinheiro, eu não acho nada, acho até que quando consegui os melhores resultados de performance desportiva e estéticos foi quando tinha as consultas rotineiras de uma nutricionista desportiva que me guiou na melhor forma de me alimentar e suplementar consoante o meu metabolismo, treino e rotinas diárias! Nós podemos pensar que sabemos comer mas não sabemos, precisamos de exames, de saber como está a funcionar o nosso corpo, de ouvir o que diz a nossa balança …