Diário
Deixe um Comentário

A superficialidade das relações actuais

A mentira tem perna curta, até aquelas mentiras mais subtis, basta que estejamos atentos para perceber tempos depois que o que foi dito não passava de uma forma de nos calar temporariamente e assim evitar problemas.

Por isso é que é tão estúpido mentir, sobretudo se os motivos são quando simplesmente não queremos estar com alguém, magoar a pessoa com uma verdade é preferível do que inventar soluções a curto prazo para escapar a isso e depois acabar-se por saber a verdade de outra forma qualquer, a pessoa não só acaba por passar a imagem daquilo que está a ser: hipócrita, como perde para sempre a confiança do outro.

Mas o ser humano na sua grande maioria é assim, acha que é profissional em relações humanas só porque dá-se com muita gente quando na verdade não conhece nem um terço das pessoas que o rodeiam, talvez o introspectivo conheça mais verdadeiramente as pessoas do que alguma vez aqueles que se dizem festeiros e sociais conhecerão, porque como tudo na vida ter muitas pessoas em nosso redor nunca significou que as nossas relações fossem de qualidade, a maioria dos que nos rodeiam desaparecem á mínima adversidade, quantidade nunca foi sinal de coisíssima nenhuma, aliás, as pessoas têm essa obsessão por acumular contatos quando são poucos, muito poucos os que poderão chamar de verdadeiros amigos, sou introspectiva realmente porque não compreendo essa necessidade de popularidade associada frequentemente a uma fraca auto estima e como todos sabemos a maior solidão é aquela onde estamos rodeados por uma multidão mas continuamo-nos a sentir sozinhos.

Comumente, o introspectivo é julgado, como anti-social, estranho, anti-sistema e bla bla bla, habituei-me a esses rótulos e até assumo-os com certo orgulho para malogro dos que o dizem, tenho para mim que me interesso mais pelo ser humano e sou até mais social do que a maioria das pessoas com grandes círculos de “amizades” que todos sabemos que não se podem chamar assim, porque se me dedico a alguém será para conhecer essa pessoa a fundo, para discutir ideais, conhecer a história e não ficar por uma simples conversa de ocasião, porque quando alguém me interessa desperta em mim a curiosidade e a alegria de me identificar com outro ser humano, a alegria e a paz por saber que existem histórias como a minha, mas frequentemente as relações superficiais é que são mais valorizadas, poucos conhecem o valor de uma verdadeira amizade e amor, amamos os nossos amigos como se fossem irmãos, porque não nos limitamos a uma conversa de café, porque as pessoas são mais, têm mais para dar, mais histórias, mais tempo e vida do que uma mera noitada numa discoteca onde se gritaram meia dúzias de palavras e por isso alguns apelidam esses relacionamentos muito breves de amizades, faz-me rir.

Porquê tentar aprofundar algo que não é fundo nem tem conteúdo, porquê banalizar afetos se não os são em vez de nutrir e semear com paciência pedaços das nossas almas aqui e ali até colher sentimentos reais e palpáveis, numa sociedade onde tudo é dinheiro, maledicência e superficial?

Onde estão os tempos em que dávamos as mãos sem maldade e sorriamos por sorrir, e não tínhamos vergonha de dizer, eu só tenho um amigo, mas esse amigo vale por mil!

This entry was posted in: Diário

por

Um dia fiquei sem voz, fui silenciada e a minha escrita deixou de existir. O blogue que escrevia desde os 9 anos, de forma anónima, desapareceu, porque alguém de repente achou que escrever era algo totalmente inútil. Deixei que alguém me dissesse o que eu não podia ser. Anos depois, em memória ao blogue de uma vida, ás histórias que definiam como eu sou como nenhumas outras, aqui está o mesmo nome, o mesmo registo, para mostrar que eu mudei e que eu sou eu, sou o que eu quiser, o que eu sonhar, livre. As palavras são uma linda forma de expressão e nunca devemos permitir que alguém silencie a nossa voz.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s