Day: 8 de Dezembro de 2021

Os filhos “experimentais”

Percebo que eu e o Bruno atraímo-nos um ao outro passados 5 anos, porque ambos temos um histórico, um mais severo do que o outro, de famílias desestruturadas, abusivas e tóxicas. Muitos de nós acredita que é normal quando um pai nos bate brutalmente com 20 anos, como se fosse normal que um surto de raiva se dirigisse para as pessoas que amamos, raiva, é isso que se deve sentir de um filho? Uma vontade incontrolável de agredi-lo, apertar-lhe o pescoço e gritar as coisas mais ridículas que estão escondidas no lado mais escuro, é isso que se sente por um filho? O mais triste de tudo isto é que depois do erro cometido, depois de descarregar o que de mais negro existe nas suas cabeças, algumas pessoas pedem desculpa vezes sem conta, mas não explicam aos filhos que pais que amam não agem assim, não lhes convém dar a conhecer o que é que de facto significa ser um pai, porque não o são, por isso vomitam o pedido de desculpas e seguem vidas …