Day: 28 de Novembro de 2021

Um nada bem repleto de merda

“Mas eu não fiz nada” diz a imbecil da mulher com um encolher de ombros na tentativa de um ar angelical mas onde só se denota cinismo, começo a rir-me, aquele riso nervoso que diz: “só me apetecia era dar-te um estalo no focinho”, respiro fundo e sigo em frente. No meio das afazeres penso: não fizeste nada minha grandessíssima aldrabona?! E sim interrompo os meus afazeres porque com os anos a vontade de lhe dar uma coça só aumentam, ela é daquelas pessoas que tem o dom de só aumentar os defeitos, e portanto, sei que paz de alma para além da que tenho desde que decidi cortar contacto com ela, paz de alma a 100% sei que só terei quando um dia der lhe um valente estalo, é aquela paz de quem esteve por anos a levar ensaboadelas de detergente na boca e agora só quer dar uma boa trinca num quadrado de chocolate! Eu precisava desse momento de pura luxúria e prazer, e até eu que sou manteiga derretida, um coração mole, …